MÃE

Everybody Hates Bachelor Pad

Você pode não acreditar em Deus, mas tem que acreditar em mãe, se não existe um Deus com certeza existe uma mãe divina que abençoa e dá poder a todas as outras da terra.

Se liga na cena: você saindo de casa, lindo, leve e solto, se sentido o GATÃO! Porém, um inferno de 78° célsius lá fora, tá derretendo a porra da roda do carro, as pessoas escorregando no próprio suor, tu caminha esbelto e tranquilo para dar um “role”, sabe-se lá porque você vai querer sair de casa com um calor infernal desses, mas às vezes o dever te chama, um amigo com piscina te chama, ou na pior das hipóteses, sua idiotice te chama, porque tem gente que é idiota mesmo e gosta de sofrer e essa terceira opção é por incrível que pareça a mais comum de todas, as pessoas geralmente são BABACAS!

Enfim, o babaca tá lá saindo de casa com lava do inferno escorrendo na janela, passa pela Mamãe querida (que não é boba e não vai se arriscar naquele deserto do Saara) e nesse momento sublime que ela bate o olho em você de bermuda, havaianas, camiseta regata e seu boné John Jonh diz:
– Não vai levar uma blusa não, menino? Você olha pra ela e ri mais que aquelas crianças bobas de vídeo no Youtube e solta um:
– Cê tá locona ô?
Mentira. Você é um cara educado e diz:
– Tá maior calor, mãe! Que isso, vou assim mesmo.
Ela toda doce, te aconselha:
– Leva um casaquinho, meu filho. Não custa.
Você simplesmente a ignora e sai.

A sauna comunitária lá fora continua abundante e você sem se lembrar mais das abençoadas palavras da sua Mãe, a mulher que te colocou no mundo e sabe bem como as coisas são e sabe o poder divino que tem. Tudo correndo maravilhosamente bem e quente quando você chega num ponto qualquer do trajeto, algum lugar longe o suficiente para sofrer pra voltar, porém perto para chegar vivo de volta ao aconchego do lar, nesse ponto do caminho, você é “teletransportado” para o cu do Alasca! PÁ! Assim mesmo, de repente começa a fazer um frio do caralho, parece que tem um ar condicionado no seu rabo, chega a sair fumacinha da sua boca. Meu amigo, tem uma nevasca particular em cima da sua cabeça, você se arrepende já batendo os dentes e pensa “Devia ter trazido um casaquinho”, escorre uma lágrima pelo seu rosto, mas ela congela. Você não tem força pra ficar triste de tão frio que tá!

E saibam que o mesmo vale para a chuva. Cara, se sua mãe fala “Meu filho leva o guarda-chuva.”
Leva velho. Não importa se você mora na Palestina, no deserto do Saara, você pode tá morando no Cantareira, se sua mãe falar que vai chover, aluga um jet ski que vai transbordar aquela porra!

Aliás, deixo aqui esse recado ao Governo do Estado de São Paulo. Quer que chova naquele reservatório? Lava meu carro e me manda pra lá sem guarda-chuva, depois é só aguardar uma ligação da minha mãe…
É lavar meu carro, que Campinas vira uma cataratas do Iguaçu, eu imagino Deus me olhando lá de cima:
– Olha lá, Gabriel, vem ver, vem ver! O Lucas tá saindo pra lavar o carro hahahaha e o melhor, não tá levando guarda-chuva hahahaha. É hoje, é hoje! Avisa São Pedro que o hoje tem!

Sabe aquelas brincadeiras de mão que sua mãe sempre fala:
– ESSAS BRINCADEIRA DE MÃO NUNCA DÁ CERTO! EU JÁ FALEI! NÃO É A PRIMEIRA VEZ QUE EU TE FALO ISSO (chinelo na mão/chinelo cantando na sua bunda/chinelo na mão/chinelo cantando na sua bunda/chinelo na mão).
– VOCÊ VAI MACHUCAR SEU IRMÃO! VAI FURAR A PORRA DO OLHO DESSA CRIANÇA, AI EU QUERO VER, EU QUERO VER, O Q-U-E V-O-C-Ê V-A-I F-A-Z-E-R COM A PORRA DO OLHO DO SEU IRMÃO!
Agora ela vira para o seu irmão:
E VOCÊ! (Chinelo na mão/chinelo cantando na bunda do seu irmão/ chinelo na mão/chinelo cantando na bunda do seu irmão/chinelo na mão/chinelo cantando na bunda do seu irmão) VOCÊ MERECE FICAR CEGO MESMO, É UM IDIOTA DE FICAR INDO NA ONDA DO ANIMAL DO SEU IRMÃO MAIS VELHO! (é sempre o mais velho que dá as ideias).

Mano, as brincadeiras de mão sempre deram certo. Sempre. Você e seu irmão, tão lá fazendo malabares com facas Tramontina (#ad) pegando fogo e a porra toda, até vendas nos olhos vocês conseguiram trazer para o show, SEM UM ARRANHÃO SEQUER. Tá tudo lindo, vocês já pensam em seguir carreira no (leia com voz de locutor de circo italiano) Fantastico circo Dinapoli (pare de ler com voz de locutor de circo italiano).
Sua mãe passa de boas pelo quintal, como quem não quer nada, só pra ver se vocês estão vivos, pois o silêncio impera na casa num sábado a tarde de verão e isso não é plausível, muito menos aceitável. Já que ela sabe as crias que têm e também por conta do seu poder divino. Ela vem vindo e vê a cena em câmera lenta, naquele close de final de filme: Os dois pequenos demônios, jogando facas incendiárias ao ar, um de frente pro outro, numa troca frenética de movimentos, olhos vendados, sorrisos nos lábios, você narrando tudo com a sua voz de locutor de circo italiano e com todo desespero que só a paciência que uma mãe pode ter aquela senhora profere em um tom capaz de ser ouvido num raio de 7 km de distância. Neguinho tá achando que é trovão, mas não, é a senhora sua mãe gritando:

– PUTAQUEPARIU, MOLEQUE DOS INFERNOS, QUANTAS VEZES EU FALEI QUE ESSAS BRINCADEIRA DE MÃO NÃO DÁ CERTO! (Toda essa frase num milésimo de segundo).

Tempo suficiente esse para que uma faca escape de sua ginga acrobática e voe em direção ao olho direito de seu irmão mais novo. Mas com toda agilidade divina, sua mãe empurra seu irmão para o lado, pega uma almofada e joga embaixo dele antes que ele caia e segura a faca antes que seu irmão fique cego. Isso tudo com uma mão, porque a outra está cantando com o chinelo na sua bunda e a música que ele toca é mais ou menos assim:

– E-S-S-A-S B-R-I-N-C-A-D-E-I-R-A D-E M-Ã-O N-U-N-C-A D-Á C-E-R-T-O! EU JÁ FALEI, NÃO É A PRIMEIRA VEZ QUE EU TE FALO ISSO! Q-U-A-N-T-A-S V-E-Z-E-S E-U J-Á F-A-L-E-I?

criancadoida13

Lucas Alberti Amaral

Anúncios

NOME DE COR DE ESMALTE

color-preferences-by-gender1 novo

Cara, eu me irrito muito com esse assunto, não que eu deveria, aloca, né?
É sério, nome de cor de esmalte é uma coisa muito surreal. Eu não entendo porra nenhuma, “azulejo português”, as mulheres já falam “é azul” e elas falam como se fosse óbvio, como se fizesse sentido, mas fazer sentido e ser mulher, é algo que também não condiz muito, mas isso é assunto pra uma próxima “opportunity” (palavra essa que já daria um bom nome para esmalte).
– “Opportunity” o esmalte da mulher moderna, (insira aqui a cor verdadeira).
Eu tenho a impressão de que quem cria os nomes, tá tirando um barato com a nossa cara, mas o pior, ou o melhor, não sei, é que as mulheres sabem qual é a cor, qual a tonalidade o porquê foi chamado assim, talvez por isso só homens sejam daltônicos. Eu me sinto, o cara mais babaca do mundo.
Um dia minha namorada estava fazendo a unha e disse: – Amor, me passa o esmalte aí.
Eu: – Qual Amor?
Ela: – O rosa? (tinham 3 esmaltes do meu lado, os 3 eram “rosa”)!
Eu: – Qual rosa, Amor? O claro, o mais claro ou o rosa?
Ela:– É o rosa bracelete!
Rosa bracelete? EU TIVE QUE LER A PORRA DO ROTULO. Era tudo rosa. Às vezes eu acho que ela faz de propósito, tipo: “hoje ele vai ver, vou fazer ele de idiota só com cores de esmalte muahahahah”.
Sério mano, tem um esmalte que chama: “entardecer” jura? Entardecer? Isso não é cor, porra! Tipo o entardecer em Osasco é cinza! Em um lugar mais “normal” é laranja, talvez! A gente não sabe a cor do entardecer, essa porra depende de Deus! Ninguém chega numa loja de carro e fala: “Por favor, eu quero um Gol, ar, direção e na cor entardecer!” Essa merda não existe, é vermelho, é laranja, azul!
Gabriela, mano, eles dão nome de gente para esmalte, tem um que se chama Gabriela! Gabriela é uma pessoa, irmão, não é cor não! É de um ser humano que estamos falando, ok? A Gabriela não pode ser da cor que ela quiser? O sistema vai ficar oprimindo a gente assim? Teremos que ser vermelho? Mas até que nesse caso eles poderiam segmentar mercado, por exemplo:
– Quero um esmalte Gabriela Asiática, opa esse é amarelo e mais barato, veio da china, talvez seu dedo caia, mas nesse caso a gente pode passar um Gabriela Afeganistão, o que acha? Esse é vermelho sangue e o vidrinho é menor, porque aqui, às vezes o pessoal acaba perdendo uma mão, um dedinho, sabe como é!
– Ah, mas vem com uma bolsa dinamite de brinde que SUPER combina com seus olhos!
– A-M-E-I-! A-M-I-G-A. Me diz, dinamite é uma cor nova?
– Não QUERIDA é a bomba mesmo.
– Que isso amiga, um isqueiro?
Imagina na loja?
– Por favor, me vê um Gabriela Osasco, é esse meio encardido, sabe? parece fumaça!
– A gente ia chamar de Vermelho Câncer, mas o pessoal do Marketing não gostou muito da ideia!

Vou comentar sobre alguns nomes que pesquisei:
“Ha ha ha”, esse é a prova que eles estão rindo da SUA cara.
“Deixa beijar”, sem comentários.
“Capadócia”, aula de geografia nessa porra, agora?
E o mais sem noção que eu já vi “Azulcrination” ah meu, vai procurar um emprego de verdade, ler um edital de concurso, carpir um terreno…

Eu acho que criar os nomes de esmalte é tipo um estágio pra um dia se tornar o cara que elabora o nome das Operações Especiais da Policia Federal, tipo: “Operação Anaconda”, Operação Praga do Egito (também conhecida como Operação Gafanhoto). Como eles chegam a esses nomes?
– Vamos pensar, vamos pensar, que tal “Manjar de Tapioca”?
– Porra esse é bom, hein? Mas, acho que fica melhor pra esmalte, anota ai que eu vou mandar pro pessoal da Risquè!
Não, sério. Eu imagino, os caras fazendo uma reunião só para decidir o nome das operações, enquanto isso, os policiais com as armas na mão, na porta da casa dos FDP pronto pra invadir falando assim:
– Chefe, tamô aqui já, pode entrar?
– Não segura ai, porra! Precisa definir o nome da Operação ainda, a gente tá entre Anaconda e Jararaca, melhor Anaconda porque se não minha sogra vai achar que é indireta pra ela, INVADE ESSA PORRA QUE EU VOU CHAMAR A IMPRENSA PRA FALAR DA OPERAÇÃO ANACONDA!

19set2013---quinze-carros-de-luxo-um-iate-avaliado-em-us-26-milhoes-e-outros-materiais-foram-apreendidos-pela-policia-federal-e-levados-para-a-superintendencia-do-orgao-em-brasilia-durante-a-1379625386424_

 

Lucas Alberti Amaral

Sobre Vegetarianos, Rodizio de Sopas e Comida Mexicana!

vegetarianos
Eu gostaria de falar sobre comida, que para alguns é a melhor coisa do mundo. Melhor até que sexo! Para outros não há diferença, ambos custam caro, nos dão prazer, às vezes ficamos satisfeitos, às vezes não e para alguns quase sempre bate um arrependimento depois!

“Ai Deus, porquê?”

Porém, entretanto e todavia  quero falar  sobre algo não muito bom na alimentação o vegetarianismo! É triste né?
Eu não conheço nenhum vegetariano feliz, estão sempre preocupados com a vaca que morreu pra me alimentar, pra fazer o meu sapato, pra dar o leite que eu tomo de manhã… Vivem compartilhando imagens a favor dos direitos dos animais de seus Iphones feitos por crianças chinesas!
Talvez se eu comece uma vaca chinesa eles não se importariam tanto! Uma vez eu passei na frente de um restaurante vegetariano e foi uma das cenas mais horríveis que eu já presenciei: tudo era silêncio, as pessoas cabisbaixas olhando para o nada, eu juro que eu vi uma mulher limpando uma lágrima enquanto comia acelga, pensei que era velório, mas quando minha sogra morreu, foi um churrasco lindo, churrasco é bom, né gente? Picanha tem cheiro de felicidade! Ninguém nunca recebeu um convite empolgado para ir almoçar com um vegetariano:

– Mano, vamos comer uma salada de alface hoje? Tipo, já tô imaginando aquele corte “onduladinho” aquela água escorrendo que acabou de lavar, aquele cheiro de nada, misturado com pasto e bosta de vaca! Não vejo a hora de comer aquela cenourinha ralada com alecrim, nosssssaaa! Hoje vou destruir no buffet de salada, vai ser rabanete pra tudo que é lado, não quero nem ver,  vou me entupir de  xuxu. Popeye é o caralho, desce esse espinafre que eu hoje eu quero enfartar de tanto agrião no cu!  E pra acompanhar um suco de tomate que ninguém é de ferro, né galerinha?! Risos, risos, risos.

Rodizio de sopa! RO-DI-ZI-O de SO-PA, é nessas horas que eu desacredito na humanidade, como as pessoas pagam pra tomar agua suja? Diferentes tipos de águas sujas, caldos, é phyino, é chyque, é chato, é sopa gente, sopa é comida pra quem tá doente, comida tem que ser suja sim, mas, tem que ser grande, tem que ter carne, tem que ter bacon, tem que pedir ajuda pra levantar depois que comeu, tem que terminar com um PUTAQUEPARIU tô passando mal, puta merda que horas fecha esse restaurante? Eu não tô conseguindo andar ainda, tem que vir a sobremesa aquele milk-shake que arde a garganta que já desce entupindo as veia do corpo todo, tem que ser sabor chocolate com paçoca e ENO nessa PORRA! Você tem que chegar no estabelecimento e os “garçon” já suar frio, arregalar o olho já e entrar em desespero. Lasanha, maionese temperada, doce de leite, chocolate, essas são a prova de que Deus existe, isso é obra divina, homem nenhum teria a capacidade de criar essas coisas, quando Gabriel veio avisar Maria sobre Jesus, já aproveitou e deixou a receita da lasanha, da maionese temperada com os 3 reis magos, e eles guardaram essas informações ou trocaram por mirra, ouro e incenso!

E comida mexicana? Muita coisa boa, mas muito feijão, gente, tudo é feijão, fazer uns tacos aqui, carne, vinagrete e feijão, burritos, saladinha, queijo e feijão, acho que quando criaram a comida mexicana tinha o mexicano louco do feijão, tipo o ligeirinho, “anda-le”, “anda-le” “ferron”, “más, ferron” HAHAHAHAHAHHAH FEIJÃO, BEANS, JOGA FEIJÃO NESSA PORRA!! CARALHO TEM QUE TER FEIJÃO, e jogava feijão na cara das pessoas. Aí quando tava quase tudo pronto os cara pensou, ficou legal e tal, mas será que dá pra dar uma zoada nisso ai? Joga uns feijão ai! Pode crer, mas dá pra piorar, não dá? Sei lá, um molho de tomate? Uma acelga, talvez? Não, já sei melhor que isso, hHAHAHAHAHHA FERRON, FERRON, chega de feijão ô filho da puta! Já sei, abacate, vamos por A-BA-CA-TE!  Feijão com abacate, não tem como errar.

ATENÇÃO: ESSE É UM TEXTO DE CUNHO HUMORÍSTICO, NADA AQUI É VERDADE, NÃO SE OFENDA! BEIJOS E ABRAÇOS!

Lucas Alberti Amaral