AOS INTERNAUTAS

AOS INTERNAUTAS
Tela, do latim cela.
Cega.
As correntes dos botões agora apertam teus dedos
A conexão tira seus medos.
Na internet, você tem medo de nada.
À tarde, tem vergonha de andar sozinha na praça.
Por que você abdica seu prazer de sentir?
De comer. De sentar direito. As costas sentem dor também.
Por que você sorri tão longe? O que dentro dessa alma você esconde…?
Venha me mostrar toque no toque. Inspiração na sua expiração.
Quero conectar-me a rede da presença.
Durante o trajeto, não esqueça:
Levanta a cabeça, vai perder o ônibus.
Cuidado ao entrar, não tropece no carregador.
Não olhe pra trás! Pode ter uma televisão te assustando.
O tempo, se debruçando.
-LETÍCIA PASSARINHO.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s