Te vejo em breve

Se hoje eu ainda sinto o vento em meu rosto e estou caindo…
É porque um dia eu estive no mais alto que se podia chegar.
Todos os dias eu acordo sem perceber o tempo em mim agindo.
Todos os segredos revelados em nome do que nunca pude alcançar.



Eu estou caindo no abismo do seu coração. E eu continuo caindo…
Iludindo o amor, enganando a solidão. Sem perceber tateando escuridão.



Meus medos cresceram e eu os atravessei de olhos bem fechados.
Meus amigos se foram, eu não sei para onde, não pude enxergar.
Abri os olhos e passaram por mim voando, perdidos, corações alados.
Eu sabia exatamente o que fazer, mas esqueci o que precisava lembrar.



E eu continuo caindo, já conheço a solidão, meus medos não me alcançam
Ganhei o amor, me perdi em seu coração, estou caindo sussurrando uma canção.



Lucas Alberti Amaral

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s