Contradição.

sunset-and-blue-sky-

Quem vai lutar por mim neste pequeno céu azul?
Quem vai intervir por mim na imensa escuridão?
Os anjos não sabem onde estou.
Meus demônios me seguem aonde vou.

Meu destino é tentar saber quem eu sou.
Sei, que como quase todos sou filho de Deus
Eu te daria o mundo inteiro se fosse meu.
Mas quem é você afinal? Uma doce ilusão (Talvez).

Você é tão diferente. Algo como ditadores liberais.
Às vezes me escondo atrás de medos banais
É eu sei isso não parece mal. Isso parece tão normal.
Mesmo eu não fazendo o tipo da moda casual.

Eu durmo ao som daquela velha tevê
Acordo assustado pensando ouvir fantasmas
Durmo e acordo de novo pensando ouvir você
Mas é apenas sonho. Algo que se sente e não se vê

Vamos destruir o mundo capitalista que quer nos dominar.
Vamos esquecer um pouco os mesmos erros, para amar.
Vamos viver sem deixar lágrimas caírem, sem deixar a vida passar

Eu me sinto bem sim, deixa a minha barba
Deixa ela crescer, me deixe ser assim
Se não gostar mudo eu, não acha que sei o melhor pra mim?
Os carros voam, as motos correm. Os cachorros latem, as crianças dormem
Eu escrevo para que? Eu canto por quê? Ou para quem?

Vamos destruir o mundo capitalista que quer nos dominar.
Vamos esquecer um pouco os mesmos erros, para amar.
Vamos viver sem deixar lágrimas caírem, sem deixar a vida passar

Lucas Alberti Amaral

Anúncios

Um comentário sobre “Contradição.

  1. “Você é tão diferente. Algo como ditadores liberais.

    Às vezes me escondo atrás de medos banais

    É eu sei isso não parece mal. Isso parece tão normal.”

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s